sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Dificuldade para Emagrecer Pode ser Sintoma de Outros Problemas

Oi pessoas! Nesse mês de julho que passou, escrevi para o portal Minha Vida, um assunto que é muito importante sabermos.
Muito gente, muita mesmo, tem muita dificuldade para emagrecer! Eu sinceramente acredito, que para uma pessoa emagrecer, não basta simplesmente fechar a boca. Aliás, acredito que muito gente (inclusive quem sofre de obesidade) faz tudo certinho e mesmo assim não consegue emagrecer ou perder os kilos extras.
Na verdade, a pessoa não tem que somente fechar a boca. Ela precisa abrir para os alimentos certos. Tudo é muito individual e não dá pra fazer diagnóstico pelo blog, muito menos fazer cardápio! Mas tentei colocar algumas coisinhas que podem estar atrapalhando esse processo!


Leia o texto na íntegra:


Perder peso não é tarefa fácil! Mesmo comendo menos e fazendo exercícios, as vezes nos deparamos  com dificuldades para perder os quilinhos extras. A pergunta é: o que pode estar acontecendo?
Existem sinais e sintomas que nos falam a possível causa. Aqui vão alguns bloqueadores da perda de peso e como fazer para obter a ajuda que necessita.
1.       Uma tireóide inativa

Estudos mostram que está cada vez mais comum o hipotiroidismo subclínico – aquele que não mostra nos exames subclínicos, mas a pessoa tem todos os sintomas. Se você nota que seu metabolismo está lento, que está ganhando peso sem motivo aparente ou sente muita dificuldade em perder peso, pode estar acontecendo alguma coisa com a sua tireóide. Se estiver associado com fadiga extrema, aumento da sensibilidade ao frio, intestino lento, queda de cabelo , unhas muito fracas, pele seca, dores articulares ou até depressão, fique atento.


Para saber se está acontecendo alguma coisa, faça exames laboratoriais e veja como está o seu TSH (hormônio estimulante da tireóide). Quanto mais alto estiver, mais indicativo temos que sua tireóide está trabalhando em modo lento. Pesquisas mostram que não é necessário estar muito acima dos níveis recomendados – o simples fato de estar com níveis acima de 2, já é um indicativo.

2.       Hormônios descontrolados

Outro problema que pode estar acontecendo e que está cada vez mais comum entre as melhores, é a Síndrome dos Ovários Poliscísticos (SOP). Embora nem todas as mulheres com SOP ganhem peso, o excesso de gordura corporal, principalmente na cintura, é comum nesses casos. A mulher apresenta pêlos faciais e corporais, menstruação irregular, acnes e até mesmo infertilidade. O ganho de peso é comum pois a SOP caminha lado a lado a resistência a insulina, que se não tratatada pode levar a diabetes tipo 2. Em termos práticos, isso significa que a pessoa não processa o açúcar de forma correta e acaba armazenando gordura na região do abdômen.


Para saber como anda o seu metabolismo de açúcares, faça exames laboratorias e veja como está os seus hormônios sexuais, como a sua testosterona, estrógeno e progesterona, além da hemoglobina glicada, o seu ácido úrico e claro, a sua taxa de insulia e glicose. Um ultrassom dos seus ovários também fazem parte do diagnóstico.


3.       Intolerâncias alimentares

Especialistas estimam que intolerâncias alimentares afetam mais de 1 em cada 10 pessoas. Essas intolerâncias muitas vezes passam desapercebidas, pois não são sintomas imediatos. Quando comemos alimentos que não são corretamente digeridos, por inúmeras causas (excesso do consumo do mesmo alimento diariamente ou falta de enzimas digestivas), nosso corpo reage com inchaço, diarréia ou constipação, bem como asma leve, eczema ou problemas na pele, dores de cabeça, dores musculares e nas articulações e fadiga. Isso tudo desalecera  nosso metabolismo, pois os nutrientes necessários para a enrgia celular, são gastos em outra atividade do nosso corpo. Para conseguir perder peso, o nosso intestino deve estar em perfeitas condições, para absover os nutrientes e o corpo usar de forma adequada.

Se você consome em excesso laticínios, trigo (até mesmo a farinha de trigo integral), soja, milho, ovos e oleaginosas (nozes, amendoim), além de muitos produtos industrializados com conservantes e corantes (todos os produtos em caixinha ou saquinho), você pode estar correndo esse risco, o de inchar cada vez mais.

4.       Medicamentos

O ganho de peso pode ser também um efeito colateral de alguns medicamentos, como antidepressivos, hormônios ou  pílulas anticoncepcionais. Eles podem alterar o seu peso em poucas semanas após o início ou até mesmo demorar meses, ou seja, o efeito pode ser ao longo do tempo de uso do medicamento.

 O que fazer?

Se você se identificou com alguma alternativa acima você precisar buscar orientação médica e principalmente a nutricional. Uma boa nutrição pode te ajudar a resolver esses probleminhas com um cardápio funcional, com fitoterápicos e suplementos nutricionais. Uma tireoide inativa pode ser ativada, ou uma resistência a insulina pode ser tratada, assim como descobrir alimentos que estão te fazendo mal e não bem. A nutrição funcional pode te ajudar muito mais do que você imagina.
Para ajudar os desesperados!
beijossss

OBS: se quiser ler as outras matérias que escrevi para o portal, clique aqui.

9 comentários:

  1. Fico de queixo caído, mas por que estás informações me parecem tão simples, porém quase não ouvimos com tanta clareza? Será que falta vontade do especialista em comentar ou averiguar os sintomas não é importante? Parabéns Dra. Fernanda, continue a nos abrir portas, profissionais que não olham só ponto negro da folha branca é o que precisamos!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada querida! Obrigada por acompanhar!
    beijosssssssssss

    ResponderExcluir
  3. Tenho todos esses fatores!!!!

    ResponderExcluir
  4. Depois q ganhei minha bb meus cabelos estão caindo muito,minhas unhas estão quebradiças,sinto muito calor,estou muito irritada, ñ tenho muita fome e mesmo assim estou gorda,ñ emagreci nada desde qd ganhei minha filha e isso já faz 1 ano e 4meses,ja tomei varios remedios pra emagrecer e nada.Agora estou fazendo academia,transpiro de+,até parada eu transpiro de molhar a roupa e o rosto!oq faço?

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de saber o seguinte eu pesava 70 kg e agora estou com 68kg mais e estranho vivo no regime a mais de 3 meses e ainda nao consigui sair do 68 ???por que sera ah eu tenho problemas de hipotiroidismo ??? sera quetem a ver e tem dis que eu acordo toda inchda!!!! Nao sei o que fazer me ajuda DR. Fernada

    ResponderExcluir
  6. Eu já me consultei com a sra. Muito obrigada pelas dicas,continuo seguindo,tentando cuidar da tireoide é dificil mais tô tentando
    crislainent@gmail.com

    ResponderExcluir
  7. dRA fERNANDO... TUDO QUE A SENHORA ESCREVEU...BATE COM O PROBLEMA DA MINHA FILHA ELA tem 31 anos e nao consegue emagrecer.....esta fazendo academia tem uma dieta controlada sou eu quem faço para ela procuro seguir um cardapio que a nutricionista dela passou....nao tem resultado...mas acredito que ela tenha todos estes problemas que a senhora mencionou.....da titioide sou eu quem acho...mas do ovario e confirmado mas parece-me que nao foi feito nada....quero mto ajuda-la gostaria de saber endereço da senhora....mora aqui em santos obrigada pela atençap

    ResponderExcluir
  8. É muito díficil emagrecer,fazer dieta ñ é fácil...

    ResponderExcluir
  9. ola Dra. A senhora disse que muitas vezes o problema da tireoide nao mostra nos exames porem a pessoa tem os sintomas e nesse caso o que fazer???

    ResponderExcluir

Quero saber o que você pensa ou se tem dúvida! Por favor, se você estiver lendo um post antigo, faça a sua pergunta no post do dia, ok? Assim consigo te ajudar mellhor!! Obrigada pela visita e por acompanhar o blog!