quinta-feira, 17 de julho de 2014

Suco Rosa - Receitas

Oi genteeee!!!

Já estou com 9 meses de gestação! Até eu me assusto! Daqui uns dias meu filhote chega!

Sei que estou super sumida, quero pedir desculpas para os que me acompanham aqui pelo blog. Mil desculpas mesmo! Mas foi muita correria e não consegui postar pra vocês. Estou lá no Facebook (www.facebook.com/drafernandagranja) e no Instagram (@drafernandagranja) todos os dias, mas aqui não consegui postar!

Hoje vou postar vários posts atrasados! Pra me redimir! rsrsrsrs


Moda entre os amantes da área, o suco rosa chegou para ficar junto ao tradicional suco verde. O rosa leva como ingrediente principal a beterraba, uma planta herbácea de alto valor nutricional. Na beterraba encontramos diversas vitaminas (A, B1, B2, B5, C), além de potássio, sódio, fósforo, cálcio, ferro e manganês.



Mas esse boom todo surgiu apenas depois que alguns pesquisadores mostraram que, além de todo o valor nutricional, a beterraba pode auxiliar no desempenho de quem pratica atividades físicas. Esse efeito se dá por conta do grande conteúdo de óxido nítrico, que promove a dilatação dos vasos sanguíneos.

Vamos a algumas receitinhas?

Suco 1

- Bata no liquidificador com gelo: 1/4 de beterraba crua, 1 colher de sopa de goji berry, 1 colher de sopa de framboesa fresca ou congelada, 150 ml de água de coco e 50 ml de suco de laranja.


Suco 2

- Bata no liquidificador com gelo: 1 beterraba média, 1 cenoura média, suco de 1 laranja, 100 ml de água.


Suco 3

- Bata no liquidificador com gelo: 1 beterraba pequena, 1/5 pote de iogurte (sem lactose para intolerantes), 1/2 copo (100 ml) de água gelada, suco de 1 laranja.


Suco 4

- Bata no liquidificador com gelo: 1 colher de sopa de beterraba crua, 1 colher de sopa de semente de romã, 1 colher de sopa de mirtilo fresco ou congelado, 1 colher de sopa de folha de hortelã, 50 ml de suco de uva, 200 ml de água de coco.


Suco 5

- Bata no liquidificador com gelo: 1 colher de sopa de beterraba crua, 1 colher de sopa de goji berry (deixar de molho de véspera para inchar e ficar gordinha e suculenta), 1 colher de sopa de framboesa fresca ou congelada, 200 ml de água de coco, 50 ml de suco de maracujá ou laranja.


Gostaram??? :)


Pimenta - Revista Men's Health

Acho que todo mundo já está cansado de saber que a pimenta é um alimento termogênico, certo? A revista Men's Health entrou em contato comigo para uma entrevista sobre os diversos tipos que existem da pimenta. Adorei participar!

Se você não comprou a sua edição nas bancas, tá aqui o clipping. :) Clica na imagem para ampliar.



Benefícios da Pimenta

Ingrediente bastante comum na culinária brasileira, os diversos tipos de pimentas contém poucas calorias, possui um ardor que vem dos capsaicinóides (substâncias que não tem ardor ou sabor, mas agem nas células nervosas da boca causando a sensação de ardência), principalmente concentrados nas nervuras brancas e nas sementes, podendo ser removidos para produzir um sabor mais suave.

Pertence às plantas do gênero Capsicum e nelas há um fitoquímico chamado Capsaicina, responsável por garantir o sabor ardido do alimento. A capsaicina possui propriedades antioxidantes, anticarcinogênicas e antimutagênicas. Pode ser consumida na forma de molhos ou até mesmo em geléias.
O sabor picante dos frutos provém da ação de uma substância denominada capsaícina que é acumulada pelas plantas no tecido da superfície da placenta e é liberada pelo dano físico às células quando se extraem sementes ou corta-se o fruto para qualquer fim.

A capsaicina é encontrada na pimenta malagueta, cayenne, jalapeño, cumari, entre outras. No entanto, a quantidade da substância varia de espécie para espécie e depende muito da época da colheita e do tipo de colheita.

A recomendação é o consumo de até 30 mg/dia de capsaicina para que se obtenha o efeito terapêutico. Isso é equivalente a ingerir até 06 unidades da pimenta dedo-de-moça, 03 unidades de pimenta jalapeño ou até ½ pimenta malagueta. Além disso, os frutos de Capsicum são também fontes de vitaminas C, complexo B (tiamina, riboflavina, niacina e ácido fólico) e de vitamina A.
Curiosidade: 1 colher de sopa de pimenta, são encontradas vitaminas A (cerca de 70% da recomendação) e C (mais que 100%).



1.     Câncer
A reportagem da revista aborda a importância do consumo de pimenta na redução da pressão arterial. No entanto, a grande maiorias dos estudos apontam para as propriedades antioxidantes, anticarcinogênicas e antimutagênicas da capsaicina.

Este fitoquímico possui a capacidade de reduzir a quantidade de radicais livres no organismo por modular a formação de moléculas pró-inflamatórias através de ações sobre a ciclo-oxigenase (COX-2), prostaglandinas (PGE2) e fator de necrose tumoral (TNF-α), que estão associadas com doenças crônicas como diabetes, aterosclerose e câncer.

A capsaicina inibe a proliferação celular descontrolada, característica de células cancerosas, além de induzir a apoptose (morte) da linhagem de células malignas. Outro mecanismo inibitório do câncer pela capsaicina se dá através da inativação do NF-B, que é ativado em resposta a vários estímulos extracelulares, como citocinas inflamatórias, agentes infecciosos e irradiação ultravioleta. Uma vez ativado, o NF-B irá estimular a expressão de genes envolvidos em repostas imunológicas, inflamação e sobrevivência da célula cancerígena.

2.     Controle da Pressão arterial

Alguns antigos dizem que as pimentas podem prevenir coágulos sangüíneos que causam ataque cardíaco e derrame cerebral.
No entanto, existem poucas evidências sobre os benefícios da pimenta no controle da pressão arterial, sendo que a capsaicina é um composto fenólico com grande ação antioxidante e anti-inflamatória. Dessa forma, este fitoquímico é mais uma arma disponível na alimentação para combater as doenças da modernidade.


3.     Metabolismo

Em relação à sua ação termogênica é decorrente do aumento da oxidação de gorduras que este alimento causa no sistema orgânico, consequentemente, possui o efeito termogênico mencionado.


A pimenta sempre está na lista dos alimentos termogênicos, os quais possuem a fama de auxiliar no emagrecimento. Esses alimentos são aqueles capazes de acelerar o metabolismo, já que sua ingestão constante permite que nosso organismo trabalhe em um ritmo mais acelerado, gastando mais energia do que o habitual. No fim das contas, essas calorias gastas a mais podem significar quilos a menos na balança.

Muitos alimentos são conhecidos por seus efeitos termogênicos, sendo os principais: pimenta vermelha, gengibre, chá verde/branco, vinagre de maçã, café, cacau e guaraná em pó, entre outros.

Existem diversos mecanismos pelos quais os termogênicos podem auxiliar na perda de peso. Alguns deles atuam no Sistema Nervoso Central, estimulando o estado de alerta e concentração, retardando a fadiga muscular e aumentando a disposição para os exercícios físicos. Outros atuam diretamente nos adipócitos, as células que armazenam gordura, potencializando a quebra das gorduras durante o exercício.

A pimenta, no entanto, não deve ser encarada como milagrosa. A simples inclusão de algum desse alimento na dieta não garante a perda de peso. Ela pode atuar como adjuvante do tratamento, mas desde que associada a um programa de re-educação alimentar e atividade física. Essa ação termogênica também depende de uma dose mínima e da frequência de consumo. Não espere, portanto, que ao consumir alguns desses alimentos esporadicamente os resultados apareçam. Para que façam efeito, esses alimentos devem fazer parte de uma rotina alimentar diária ou até mesmo na forma de suplementos alimentares prescritos por médicos ou nutricionistas.

Estudo:
Pesquisadores da Purdue University, nos Estados Unidos, ofereceram a voluntários 1 g (meia colher de chá) de pimenta vermelha, quantidade bem aceita pela maioria das pessoas. Foram recrutadas 25 pessoas, 13 que gostavam de pimenta e 12 não, e elas participaram de um estudo de seis semanas. Medições do metabolismo mostraram que o corpo dos primeiros funcionava de forma mais acelerada, além de consumirem menos calorias nas refeições em que salpicavam o condimento em seu prato. Mas parece ser necessário sentir o ardor para se beneficiar das propriedades da capsaicina. Outro estudo demonstrou que o consumo em cápsulas não traz os mesmos benefícios.


4.     Alimento Afrodisíaco

A pimenta tem sim alguns princípios ativos que estimulam a circulação e a vasodilatação, ajudam a vasodilatação do pênis e o relaxamento da vagina, podendo entrar na lista de possíveis alimentos afrodisíacos.


5.     Saciedade

Existem controvérsias quanto ao real papel da pimenta na saúde. Estudos experimentais concluíram que a ingestão da pimenta vermelha diminui o desejo subsequente de se ingerir proteínas, carboidratos e gorduras, efeito que provavelmente está relacionado com o estímulo aumentado do sistema nervoso simpático.

Como o aumento na atividade do sistema nervoso simpático afeta o comportamento de ingestão alimentar, a adição da pimenta vermelha (capsaicin) à dieta pode reduzir o desejo de comer.

6.     Proteção conta acidez

Outra função da pimenta é o estímulo à salivação, neutralizando, desta forma, os ácidos da saliva, protegendo dentes, gengivas e a mucosa do estômago contra ulcerações provocadas pela acidez e consumo de álcool.
Apesar dos benefícios da pimenta vermelha, é importante ressaltar que a ingestão excessiva pode provocar efeitos contrários aos esperados, sendo prejudiciais ao sistema digestório.


7.     Depressão

Um estudo demostrou que  o uso da pimenta se mostra benéfico também no tratamento da enxaqueca e da depressão. Seu consumo leva à liberação pelo organismo de adrenalina e noradrenalina. Esses hormônios estão associados ao estado de alerta e ânimo da pessoa.


Sem medo de consumir!
beijossss



Fricassê de Frango Fit - Thais Massa - Você Bonita #massatea

Oi!!

Faz tempo que não posto pra vocês alguma das receitinhas fit da minha querida amiga @thaismassa! A última participação dela no Você Bonita da Tv Gazeta, pra quem não viu, foi ensinar a fazer um Fricassê de Frango Fit deeeeelicioso!!! haha


Receita:

Fricassê de Frango FIT

- 200g de frango cozido e desfiado
- 1 cebola
- 5 dentes de alho
- Sal e ervas
- 2 colher de sopa de azeite de oliva

 Modo de preparo: Refogar o frango com a cebola, o alho e os temperos, finalizando com o azeite. Coloque o frango em uma travessa e acrescente: 1/2 lata de milho verde (#dicamassa: substitua o milho por amendoim pra variar),

Molho Branco Fake:

- 300g de couve flor cozida
- 3 cs de requeijão zero (ou creme de ricota ou cottage ou tofu)
- 150ml de água (ou leite desnatado)
- noz moscada e sal a gosto

Modo de preparo: Bate tudo e leve ao fogo baixo até atingir a consistência desejada. Cubra com o molho branco fake e leve para gratinar com um pouco de parmesão.


Aperte o play!




beijossss

Benefícios e Malefícios dos Chás - Programa Vida Melhor - Rede Vida

Olá Pessoal!

O friozinho chegou e nessa época o chá é uma ótima opção para aquecer o corpo e promover diversos benefícios para a saúde.

Semana passada, eu Pâmela Miguel, estive no programa  Vida Melhor da Rede Vida falando sobre esse assunto. Expliquei o benefícios de alguns chás, o modo de preparo correto e dicas de escolhas e horários de consumo.


Clique AQUI PARA VER O VÍDEO e saber mais sobre o assunto!


Como falei na entrevista, os chás devem ser tratados como verdadeiros medicamentos naturais. Devemos sempre verificar a procedência da erva e nunca misturar mais do que 3 ervas diferentes, pois seus principios ativos podem interagir de forma negativa.




Gostaram???

Beijos

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Leites Vegetais - Como fazer e benefícios - Você Bonita

Oi Gente!

Sei que estou super sumida! Estou grávida e estou bem mais lenta! hahah Álguém aí ficou assim na gestação?? Como foi??

Eu ia no Você Bonita mas acabei não conseguindo e a Pâmela foi no meu lugar. Ainda não temos o vídeo, mas assim que sair, coloco aqui para vocês!



Falamos sobre os leites vegetais e ensinamos como fazer.

Já falei aqui dos Leites Vegetais  e como eles são benéficos para a saúde. Eles não são inflamatórios, são super ricos em vitaminas e minerais, só não tem tanta proteína. Então dependendo do grão que você utilizar terá mais ou menos proteínas.

Para quem é alérgico ao leite de vaca essa é uma boa opção pois em qualquer receita fica ótima! Pode substituir tranquilamente!



Agora vamos às receitas. Anota aí!




Leite de amêndoas

Ingredientes:
200 gramas de amêndoas cruas (sem sal, não torradas).
1 litro de água filtrada ou mineral.
1 fava de baunilha (retire as sementes) ou 1/2 colher de chá de essência ou extrato de baunilha.
1 pitada de sal marinho
2 colheres de mel

Modo de preparo:
Colocar a amêndoa para hidratar por 8 horas.
Lavar as amêndoa em água corrente.
Bater todos os ingredientes junto com a água.
Coar em uma peneira fininha ou em um pano que nunca foi usado.


Leite de Arroz Integral

Ingredientes:
1 xícara de arroz integral
1 litro e 1/4 de água
1 colher de sopa de aroma de baunilha

Modo de preparo:
Coloque o arroz, a água e a baunilha numa panela panela para cozinhar em fogo médio por 15 minutos.
Passe o arroz com a água do cozimento para o liquidificador e pulse de 3 a 10 vezes rápido para soltar o leite na água.
Coe com uma peneira fina ou de pano.
sirva ou guarde bem fechado na geladeira por até 3 dias


Leite de Quinua

Ingredientes:
2 colheres de quinoa em grão
250 ml de água

Modo de Preparo:
Ferver a quinoa por 5 a 10 minutos. Jogar a água fora. Voltar a colocar 250 ml de água. Esperar levantar fervura, desligar e bater no liquidificador. Coar em peneira bem fina, para obter o leite.


Leite de Gergelim 

Ingredientes:

¼ xícara de semente de gergelim germinado ou hidratado;
1 copo (200ml) de água de fonte ou mineral.

Modo de Preparo:
Bata as sementes com a água, no liquidificador. Em seguida, coe
.



E para coar os leites a peneira que a gente usa é essa:







Desculpe a foto caseira, mas era pra mostrar e não ficar nenhuma dúvida. Comprei a minha no Mundo Verde mas acho que qualquer casa de produto natural você acha.

E é isso! Enjoy!

beijossss

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Ovo de Whey Protein - Sport TV News

Bom dia pessoal!

O feriado de Páscoa chegou e com ele as milhares de tentações em forma de Chocolate! 
Hoje eu Pâmela Miguel ensinei uma receita de ovo de Pascoa com Whey Protein no Sport Tv News.



Para você que não conseguiu assistir vou deixar a receita aqui!

Ela é super simples!


Ovo de Páscoa com Whey Protein

Ingredientes
500 g de chocolate amargo Fracionado
4 fôrmas de ovos de 250 g
1 pincel
Papel-manteiga
Recheio
250g de chocolate branco
1 xícara de creme e leite light
2 scoops de Whey Protein

Modo de Preparo
Derreta o chocolate em banho Maria, em fogo baixo.
Desligue o fogo e, com a espátula, mexa delicadamente o chocolate com cuidado de não ter contato com água.
Molhe o pincel no chocolate e passe nas fôrmas.
Leve à geladeira por 10 minutos e repita a operação por mais duas vezes. Leve a geladeira por aproximadamente 20 minutos, com a parte interna da fôrma virada para baixo, sob uma bandeja com papel manteiga.
Retire da geladeira, desenforme com cuidado sobre uma superfície lisa forrada com papel-manteiga e deixe secar por 1 hora.
Recheio: em banho maria derreta o chocolate branco, adicione o creme de leite e mexa bem. Desligue o fogo e adicione o Whey Protein.
Montagem: espalhe o recheio nas 2 partes internas do ovo. Pincele chocolate amargo derretido e leve a geladeira, Repita o procedimento e leve a geladeira por aproximadamente 20 minutos com a parte interna da fôrma virada para cima.
Retire da geladeira, desenforme com cuidado sobre uma superfície lisa forrada com papel-manteiga e deixe secar por 1 hora.


Embrulhe com papel metalizado e faça sua embalagem!


Hum Gostaram??

Além de ficar uma delícia, o ovo de Whey tem os benefícios do cacau, pois utilizei o chocolate 70%.
Ele contem substâncias antioxidantes que combatem a ação dos radicais livres no organismo, prevenindo doenças cardiovasculares e o envelhecimento precoce! O cacau também é fonte de Teobromina, uma substância com ação vasodilatadora, que melhora a disposição e o rendimento no treino e melhora a  recuperação muscular após a atividade.
Outro benefício desse ovo é que quando combinamos o carboidrato do chocolate com a proteína do Whey a digestão e o metabolismo desse ovo pelo organismo é diferente!! Evitamos pico de açúcar no sangue e acúmulo de gordura!

Bom né?

Beijos e Uma ótima Páscoa!!!




segunda-feira, 24 de março de 2014

Leites Vegetais na Revista Boa Forma - Março

Bom dia !

Este mês eu Pamela Miguel colaborei com uma material da Revista Boa Forma.
Falei sobre os leites vegetais, suas propriedades, benefícios e as diferencas entre eles.

Corre para banca, pois a material ficou muito legal!



Beijos!

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Revista Pense Leve

Oi gente!
Tudo bem?

Dúvidas do que comer no jantar?
Corre para as bancas e confira as dicas super interessantes, que eu Pâmela Miguel, dei para Revista Pense Leve desse mês.


Beijos!